sábado, 11 de setembro de 2010

Esses dias eu me dei conta de como a vida passa rápido..
Se eu fosse olhar pra trás agora, eu me veria brincando de cabaninha com a Gabi, ou pintando qualquer desenho. Me veria assistindo qualquer filme infantil com a minha mãe e comendo pipoca..
Mas hoje as coisas mudaram, tenho que estudar, mas prefiro sair com meus amigos. Não brinco mais de cabaninha, e nem pinto desenhos, e muito menos assisto qualquer filme infantil.. Nesse tempo que passou, cresci MUITO mentalmente (de tamanho nem tanto, quase nada), hoje compreendo as pessoas, ajudo elas, entendo o que é ter compaixão, ter sentimentos.. e não mais aqueles sentimentos "puros" de criança. hoje tenho maldade no coração, malicia.. rs coisas que não tinha "há alguns dias atrás" ..
Com o tempo, aprendi a não confiar tanto nas pessoas, a não amar tanto as pessoas, não sei se isso é bom ou se é ruim, sei que sou desse jeito. As vezes não meço as palavras e acabo magoando as pessoas que eu gosto. Sou sincera demais, e ainda não descobri se isso é uma qualidade ou um defeito.
Acho que eu deveria me entregar mais há certos sentimentos, mas eu não consigo. Acho que já sofri decepções demais pra minha idade.
Sou um pouco "reservada" , odeio demonstrar meus sentimentos e me sinto melhor assim. Talvez eu esteja certa, talvez não.. Mas só o tempo vai poder dizer isso.
Eu sou uma pessoa CHATA, insuportavelmente CHATA, quem realmente me conhece, pode afirmar isso sem pensar duas vezes, quem gosta de mim, gosta pelo que sou, não finjo ser alguém que eu realmente não sou, não gosto disso. Odeio falsidade, e pra mim, isso é ser falsa. Não sou disso, odeio isso. Não quero pessoas desse tipo perto de mim.
Então, eu me vejo uma pessoa mais madura hoje em dia, com uma opinião formada sobre a vida.. Não sobre tudo, só sobre a minha vida, e as pessoas que me cercam!


0 comentários:

Postar um comentário